Notícias Extratus
Por que alimentos como maçã são considerados importantes para a longevidade?

Por que alimentos como maçã,  azeite de oliva, óleo de linhaça e peixe são considerados importantes para a longevidade?

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, alimentos funcionais são aqueles que produzem efeitos metabólicos ou fisiológicos por meio da atuação de um nutriente ou não nutriente no crescimento, desenvolvimento, manutenção e em outras funções normais do organismo humano.

De acordo com pesquisas recentes, a principal razão pela busca de alimentos saudáveis entre os brasileiros é a preocupação com o estado de saúde no futuro e os benefícios diários que eles podem oferecer.

A maçã, fonte de fibras solúveis que auxiliam no controle glicêmico, contém cálcio, flavonóides, pectina e quercitina, um bioflavonóide. A linhaça contém proteína, fibras, ômega 6 e um potente antioxidante chamado lignana. O azeite de oliva possui antioxidantes fenólicos, vitaminas e gorduras monoinsaturadas (que não afetam o colesterol), além de ser fonte natural de ômega 9 e ácido graxo cis-monoinácidosaturados, o ácido oléico (18:1), conhecido como MUFA, cuja maior fonte é o azeite de oliva, que melhora as funções cardiovasculares. Os peixes (principalmente os de água fria) são considerados a maior fonte natural de ômega 3, selênio e cálcio.

Evidências crescentes colaboram com a observação de que alimentos funcionais que contêm componentes ativos fisiologicamente, sejam de origem animal ou vegetal, podem melhorar a saúde. Deve-se enfatizar que um conjunto de fatores soma-se à longevidade, como a  prática regular de atividade física, manter uma dieta saudável e evitar o tabagismo e o estresse.

Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR