Notícias Extratus
Usando o prazer para vencer o estresse

O lazer e a diversão são fundamentais para desligar da correria do dia a dia, revigorar as energias e ser mais profundo no trabalho.

No estilo de vida atual, a capacidade produtiva está, muitas vezes, relacionada à quantidade de horas trabalhadas. Por este motivo, pessoas chegam a trabalhar mais de 15 horas por dia, não sobrando tempo livre para lazer ou alguma atividade extra. Mas, quem sofre com essa situação é o  próprio organismo que, ao longo do tempo, parece não render nas tarefas em decorrência do estresse, e a família, que não recebe atenção.

Para os especialistas em tratamento de estresse, não há uma fórmula universal, mas alguns métodos mostram-se mais eficazes. No ranking das preferências estão a meditação, o exercício e o lazer. " Meditar e se exercitar são ótimos para desacelerar e reforçar a imunidade. Caminhar na natureza e manter o convívio social têm bom efeito. Há fitoterápicos que aumentam a capacidade de suportar o estresse, como Ginseng e Rodiola rosácea " diz o médico Alex Botsaris, autor de " O complexo de Atlas ", que mostra como lidar como estresse.

O ritmo acelerado de vida leva também ao pouco descanso. E, para compensar, as pessoas tomam drogas, se exercitam de maneira errada e vivem de estimulantes. " O repouso do corpo e da mente é fundamental. Antigamente, as pessoas dormiam de acordo com as estações do ano. repousavam mais no inverno e menos no verão. Agora, todos ignoram seu relógio interno. O estilo de vida errado não deixa a pessoas perceber que o corpo está cansado. Repousar é preciso, seja meditando, dormindo ou apenas deitado na cama ", explica.

Já para o professor de educação física, Henrique Ribeiro, o primeiro passo para desacelerar é identificar os desequilíbrios físico, psicológico e espiritual. " Algumas pessoas desaceleram fazendo exercício, que aumenta o fluxo de sangue, estimula o sistema nervoso e libera substâncias como a adrenalina e a endorfina, que aliviam a dor, têm efeito antidepressivo  e trazem bem-estar. outras preferem meditação ou mais lazer, vida social e ócio. "

Pensando em extravasar a tensão acumulada de uma jornada de doze horas, o policial militar Elton Sapeli Lemos encontrou no boxe uma maneira de revigorar as energias. " A adrenalina convive com o policial. Mesmo fora do trabalho, fico em estado de alerta o tempo todo. Quando pratico boxe, me desligo de tudo e me concentro no que estou fazendo. É um tempo dedicado à mim, que traz uma enorme sensação de prazer e bem-estar. Treino  de três a quatro vezes por semana. Se não consigo, me faz muita falta ", diz ele, que há oito anos trabalha na PM, e há três e meio pratica o esporte na Escola de Boxe do Londrina Esporte Clube (LEC).

Sapeli comenta que algumas pessoas podem pensar que o boxe é um esporte agressivo e violento. " Muito pelo contrário. se usado como defesa pessoal, traz muitos benefícios. Hoje, conheço o limite da minha força. o boxe só me trouxe equilíbrio e disciplina. Além disso, durmo melhor, como melhor, ou seja, vivo melhor. O resultado disso é que tenho mais disposição no trabalho e para a rotina diária. Não troco o boxe por nada. Todos deveriam ter uma atividade extra para se sentirem completos ", acrescentou.

Fonte: FOLHA DE LONDRINA - PR